Dia Nacional de Vacinação


No dia 17 de outubro comemora-se no Brasil o Dia Nacional de Vacinação. Criada pelo Ministério da Saúde, a data tem como objetivo principal de ressaltar a importância da vacina no controle de doenças e na prevenção de epidemias.

Criada em 1796, a primeira vacina surgiu após Edward Jenner conseguir imunizar um garoto de oito anos contra o vírus da varíola. A vacina antivariólica só foi chegar ao Brasil em 1804, trazida pelo Marquês de Barbacena. Erradica no mundo, o último caso de varíola notificado no Brasil foi em 1971 e, no mundo em 1977, mostrando a importância das Campanhas de Vacinação.

Ciente disso, em 1971, o Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de Imunização (PNI), tendo como foco, proporcionar melhor qualidade de vida à população com a prevenção de doenças entre crianças, adolescentes, adultos, idosos, gestantes e povos indígenas.

Atualmente, o Ministério da Saúde distribui gratuitamente 25 vacinas, entre elas destacam-se:

  • Vacina contra gripe;
  • Vacina oral contra poliomielite;
  • Vacina contra difteria, tétano, coqueluche e meningite (Vacina Tetravalente);
  • Vacina contra sarampo, rubéola e caxumba (Tríplice Viral);
  • Vacina contra sarampo, rubéola, caxumba e catapora (Tetra Viral);
  • Vacina contra tuberculose (BCG);
  • Vacina contra hepatite B;
  • Vacina contra febre amarela;
  • Vacina contra HPV;
  • Vacina contra pneumonia.

Porém, apesar da distribuição gratuita, algumas coberturas vacinais ficaram abaixo da média no último ano. A cobertura para pólio, por exemplo, que deveria ser de 95% ficou em apenas 77%. Outras oito vacinas, para crianças menores de 1 ano, ficaram com as taxas abaixo da média. Este problema abre um enorme precedente para que doenças já erradicas ou com poucos registros retornem ou tenham um aumento em suas taxas de incidência.

Sempre é muito importante ressaltar que o desenvolvimento dessas vacinas representa um grande avanço na medicina, sendo crucial para uma melhor qualidade de vida da sociedade, além de representar uma grande economia com internações e medicamentos.

Cadastre-se e receba nossas novidades