POTENCIALIZANDO A COMUNICAÇÃO COM JOVENS GAYS E SEU ACESSO À PREVENÇÃO COMBINADA


Dando continuidade ao projeto Conversaria sem Tabu, resultado de uma parceria entre o CEALAG e a área de prevenção do CRT-DST/AIDS-SES-SP, surgiu o Conversaria presencial, com o objetivo de criar espaços voltados a diálogos presenciais e ampliação da testagem rápida do exame de HIV via fluído oral, como parte da estratégia “Viva Melhor Sabendo".

Com materiais educativos mais eficazes, espaços de diálogos mais acolhedores e estratégias de sensibilização e comunicação com a população jovem, o Conversaria Presencial buscará construir um vínculo de segurança onde estas pessoas sintam-se à vontade para tirarem suas dúvidas e aflições, sendo sempre incentivadas a realizarem o teste anti-HIV, que ocorrerão por ocasião das Conversarias presenciais e por outras atividades específicas.

Inicialmente, o projeto será focado na população e serviços da Região da Grande São Paulo, Capital e seus municípios vizinhos, priorizando a região do ABC, Alto Tietê e Osasco. Com a meta de realizar 100 testes de HIV por mês e 1.000 em dez meses de projeto, a testagem será realizada nas áreas mais vulneráveis dos municípios selecionados.

Ao todo, o trabalho contará com três frentes: Conversaria sem Tabu online, Conversaria sem Tabu presencial e testagem, que serão organizadas por um comitê gestor composto pelo Coordenador do projeto e pela área de Prevenção do CRT-DST/AIDS-SES-SP. A coordenação e o comitê integrarão as atividades e ações das três frentes, utilizando os recursos de maneira consciente, visando sempre a potencialização dos resultados.

O primeiro passo será a criação de um grupo de profissionais de saúde, formando um núcleo especializado em ações de educação em prevenção em mídias sociais do Programa Estadual do DST-AIDS. Para dar um suporte e apoio ao trabalho do núcleo na Conversaria sem Tabu online, uma consultoria especializada será contratada.

É importante ressaltar que o núcleo será responsável também pela realização das Conversarias presenciais. Ao todo serão realizadas 8, sendo 6 com o foco em discussões de prevenção combinada e oferecimento de testagem de HIV e sífilis. As outras duas serão voltadas para debates e redefinição de conteúdos, que serão utilizados na Conversaria sem Tabu online e por ventura nas Conversarias presenciais.

Destaca-se que todos os materiais utilizados para a testagem de HIV serão disponibilizados pelo Departamento Nacional de IST/HIV/AIDS e Hepatites virais. Já os insumos para a testagem de sífilis e de outros materiais de prevenção, serão fornecidos pela Secretaria de Estado de Saúde. Estima-se que cada evento do Conversaria presencial contará com uma duração de 3 horas.

Com estas ações, a organização pretende quadruplicar o número de seguidores da página do Conversaria, que atualmente conta com 10 mil pessoas, multiplicarem 8 vezes o número de curtidas, comentários e compartilhamentos, e com isso, aumentar o fluxo de atendimentos via mensagens.

Em relação a Conversaria presencial, a organização pretende alcançar de 150 a 200 jovens por evento, além da realização de mais de 1240 testes para HIV.

Coordenado pelo Prof. Manoel Carlos Sampaio de Almeida Ribeiro, do CEALAG, o projeto espera agir de maneira inovadora no âmbito da prevenção e educação em saúde em HIV/DST/AIDS, capacitando e aperfeiçoando o trabalho da área de prevenção do Programa Estadual dentro do Conversaria sem Tabu.

Cadastre-se e receba nossas novidades