);

Inquérito de Cobertura Vacinal


Com um desempenho fundamental no controle de importantes doenças imunopreveníveis, o Programa Nacional de Imunização atinge altas taxas de cobertura vacinal em todo território nacional.

Combate contra a doença meningocócica


Considerada uma doença de notificação compulsória, a doença meningocócica (DM) é uma das infecções, pela letalidade e das sequelas que pode deixar, alvo de preocupação mundial para a saúde pública.

Estudo etnoepidemiológico sobre a tuberculose entre imigrantes sul-americanos


Por ser considerado o país mais rico da América do Sul, o Brasil tornou-se um motivo de esperança para muitos imigrantes sul-americanos. Estima-se que atualmente o número de imigrantes residentes no Brasil chegue aproximadamente a 200 mil…

H1N1 na Gestação


Causada por uma mutação do vírus da gripe, o H1N1, também conhecida como gripe Influenza tipo A ou gripe suína, tornou-se conhecida quando afetou grande parte da população mundial entre 2009 e 2010, fazendo com que a Organização Mundial da Saúde decretasse o alerta 6…

Tuberculose no município de Guarulhos


Apontada como um dos principais problemas de saúde a ser enfrentada, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a tuberculose já atinge um terço da população mundial, tendo como principais fatores para esta situação a desigualdade social, os aglomerados populacionais.

Estudo do diagnóstico das atividades laboratoriais do Programa Tuberculose


Considerada uma doença infecciosa, a tuberculose quase sempre é transmitida pelas vias aéreas, tornando-se uma doença de expressiva magnitude. Em 2007, foram confirmados 9,7 milhões de novos casos da doença no mundo…

Observatório de Recursos Humanos em Saúde


Instituída desde 1999 no Brasil, a Rede Observatório de Recursos Humanos em Saúde (ObservaRH) tem como principal objetivo a criação de estudos e pesquisas, bem como propiciar o mais amplo acesso a informações e análises sobre a área do trabalho e da educação na saúde no país…

Pesquisa: Agrotóxicos


Em 2014, foram comercializados cerca 914,220 toneladas de agrotóxicos no Brasil, colocando o país em primeiro lugar no ranking de consumo mundial. Na última década, o crescimento do mercado de agrotóxicos foi de 190%, maior que o dobro apresentado pelo comércio mundial.

Estudo de percepções de mulheres grávidas sobre vacinas, imunização e campanhas do Programa Nacional de Imunizações (PNI)


O Programa Nacional de Imunizações desempenha um papel fundamental no esquema de vacinação para gestantes no Brasil, disponibilizando, inclusive vacinas para o período gestacional. Porém, tem sido observado, de acordo com estudos recentes, que a cobertura vacinal das gestantes vem diminuindo drasticamente no país.

CEALAG e UNESCO desenvolvem estudo


No início de 2016 o CEALAG iniciou um estudo financiado pela UNESCO, com apoio do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, HIV/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, de sobrevida de adultos e crianças de acordo com os fatores demográficos, clínicos, epidemiológicos e laboratoriais.

CEALAG Inicia Estudo Sobre a Prevalência de Portadores da Neisseria Meningitidis


De acordo com os dados do Ministério da Saúde, em 2018, a meningite acarretou a morte de mais de 3 mil pessoas, de um total de 15.706 casos no ano. Apesar de ser considerada rara no Brasil, a doença causa grande preocupação devido as suas elevadas taxas de letalidade, complicações e sequelas, mesmo quando tratada de forma adequada.

CEALAG realiza estudo sobre a prevalência da sífilis e outras infecções sexualmente transmissíveis entre travestis e mulheres transexuais


De acordo com dados recentes, divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de um milhão de pessoas contraem IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis) diariamente e que aproximadamente 500 milhões de pessoas adquiram uma das IST curáveis (gonorreia, clamídia, sífilis e tricomoníase) a cada ano.

Inquérito de cobertura vacinal nas capitais do Brasil


Nos últimos anos houve uma queda significativa da cobertura vacinal das vacinas incluídas no Programa Nacional de Imunização (PNI). Para tentar explicar esse acontecimento, algumas hipóteses foram levantadas: o sucesso do PNI e a perda do medo das doenças que são preveníveis pelas vacinas, o movimento anti-vacina, problemas logísticos na aplicação da vacina ou até mesmo…

Cadastre-se e receba nossas novidades